Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

ONG cambojana denuncia "impunidade" no país

Lusa 2 de Novembro de 2014 às 05:29

O Centro Cambojano de Direitos Humanos denunciou hoje, no Dia Mundial Contra a Impunidade dos Crimes dos Jornalistas, a situação precária no Camboja onde seis pessoas morreram e uma está desaparecida há 13 meses.

"Os casinos de impunidade no Camboja variam desde a morte de ativistas e jornalistas que nunca são investigados, a funcionários com contactos que iludem a justiça, passando por situações em que as forças de segurança utilizam excessiva força contra manifestantes sem que sejam castigados", refere em comunicado a organização.

Desde setembro de 2013, "pelo menos seis pessoas foram mortas às mãos das forças de segurança durante manifestações, dezenas ficaram feridas e uma desapareceu sem que nenhum dos casos tenha sido investigado adequadamente", acrescenta o organismo.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)