Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Operação militar contra rebeldes do Congo vai avançar

A operação deverá ser feita em acordo com o Governo da RD Congo.
Lusa 9 de Janeiro de 2015 às 16:50

O ministro das Relações Exteriores angolano disse esta sexta-feira, em Luanda, que Angola já não vai realizar uma cimeira sobre a presença de rebeldes na República Democrática do Congo (RDCongo), já que a operação militar vai avançar.

Em conferência de imprensa, Georges Chikoti referiu que face ao incumprimento da obrigação do desarmamento das Forças Democráticas de Libertação do Ruanda (FDLR), que atuam na RDCongo, a missão das Nações Unidas, mandatada para executar a operação militar, está pronta para avançar.

"Esta operação deverá em princípio ser feita em acordo com o Governo da RDCongo, que também a qualquer momento deverá dar esta instrução às suas forças. Contactos ocorreram entre as Nações Unidas, o Governo do Congo, e as forças estão prontas", adiantou o ministro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)