Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Operário português morre durante construção de estádio para o Mundial

Esta é já a quarta morte na sequência das obras para o evento desportivo. (Atualizada às 20h32)
7 de Fevereiro de 2014 às 19:09
O trabalhador foi socorrido no local mas não resistiu
O trabalhador foi socorrido no local mas não resistiu FOTO: AFP

Um operário português, de 55 anos, morreu esta sexta-feira durante a construção do estádio Arena Amazónia, em Manaus, Brasil. António José Pita Martins, de 55 anos, operador de grua, natural de Ponte de Sor e residente na Ericeira, foi atingido na cabeça por uma peça de uma grua. O acidente deu-se num dos estádios onde Portugal vai jogar no Mundial de futebol.

O português, trabalhador da empresa Martifer, estava no Brasil há cerca de sete meses. O acidente teve lugar de manhã, numa altura em que a grua era desmontada no Centro de Convenções (sambódromo), uma construção que se situa próxima do estádio. A vítima ainda deu entrada com vida no hospital, com "um quadro de trauma encefálico grave e com múltiplas lesões no tórax. Morreu horas mais tarde.

A vítima mortal era funcionário da ‘Martifer', empresa portuguesa subcontratada pela empreiteira ‘Andrade Gutierrez', responsável pelo estádio, que estava encarregada da montagem dos arcos metálicos da cobertura.

Recorde-se que esta é a quarta morte desde que as obras do estádio começaram.

 

Recorde-se que esta é a quarta morte desde que as obras do estádio começaram.

 

futebol mundial português brasil 2014
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)