Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Organizações fazem contas a partir de 2.ª feira

A organização francesa do Lisboa-Dacar e a sua parceira portuguesa encontraram este sábado uma metodologia entre as duas empresas para fazer as contas dos prejuízos causados pelo cancelamento do rali. Um trabalho que tem início marcado para segunda-feira.
5 de Janeiro de 2008 às 16:48
Em comunicado, após o encontro da Lagos Sport e da ASO (Amaury Sport Organization), João Lagos informa que "a principal preocupação" dos organizadores "está centrada em avaliar e minimizar os danos dos participantes, patrocinadores, municípios, entidades oficiais e todos quantos se colocaram ao lado do Euromilhões Lisboa-Dacar2008".
De acordo com a nota, "foi estabelecida uma metodologia única para ser utilizada pelas duas organizações, que a partir de segunda-feira irá permitir a contabilização dos prejuízos económicos decorrentes da não realização da prova", tendo ficado agendada outra reunião para a próxima semana, "na qual os dados recolhidos pelos dois lados serão analisados em conjunto, resultando depois numa primeira previsão do impacto decorrente da suspensão da prova".
Sobre a competição ter lugar no próximo ano, a empresa portuguesa admite não saber se haverá um Dakar 2009, mas que se houver acredita que Lisboa acolherá novamente a partida do rali.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)