Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

P. STRECHT: NÃO HÁ TESTEMUNHOS FALSOS NEM PROSTITUTOS

Pedro Strecht, o pedopsiquiatra que acompanha as testemunhas do processo de pedofilia da Casa Pia reafirmou ontem, em entrevista na RTP, que não conhece, até ao momento, "situações de falsos testemunhos". E, garantiu, que dos rapazes que segue "nenhum foi prostituto".
23 de Outubro de 2003 às 00:00
Pedro Strecht em entrevista na RTP
Pedro Strecht em entrevista na RTP FOTO: RTP
Contudo, Strecht alertou para o facto de nas vidas de prostituição se encontrarem muitas histórias de vida de pessoas que foram abusadas em criança, o que não significa "que deixe de existir crime".
O pedopsiquiatra confirmou que há crianças, que tal como ele, têm segurança pessoal, principalmente “as mais vulneráveis”, uma vez que "há forças de coacção externa", que justificam que as inquirições para memória futura se iniciem o mais rápido possível e através da videoconferência. “Já devia ter sido ontem”, frisou. Por conseguinte, Strecht acusou a Justiça de ser "por vezes ineficaz quando devia ser protectora", tendo, no entanto, elogiado o trabalho da PJ e do MP, que para o pedopsiquiatra “está a ser conduzido de uma forma excepcional".
Apesar das duras críticas de que tem sido alvo por parte de algumas pessoas, Strecht garante estar de "consciência tranquila" e continua a pôr "as mãos no fogo" pelas crianças e adolescentes que acompanha.
Em jeito de remate e aproveitando a recente declaração do Presidente da República, Jorge Sampaio, o pedopsiquiatra pediu esperança e confiança, garantindo ainda que "ninguém dorme em serviço".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)