"Páginas Esquecidas" resgatam textos de Agostinho da Silva por que foi preso em 1943

Por Lusa|11.02.19
  • partilhe
  • 0
  • +

O livro "Páginas Esquecidas", de Agostinho da Silva, que é apresentado na quarta-feira, resgata textos que o autor publicou entre 1939 e 1944, de caráter pedagógico, e que o levaram a ser preso pela polícia política da ditadura, em 1943.

"Os textos aqui reunidos são os que deram a conhecer Agostinho da Silva aos portugueses naquela época, e os que o levaram a ser preso no Aljube [em Lisboa], em junho de 1943, pela polícia política [PIDE], e [por que] ele se autoexila, no Brasil, um ano depois", afirmou à agência Lusa o investigador António Cândido Franco, que vai apresentar a obra.

"Aquilo que está presente neste livro diz respeito a um período relativamente curto da vida de Agostinho da Silva, de 1939 a 1944, que foi, todavia, crucial na vida dele, e é o momento em que vai de Portugal para o Brasil, em 1944", prosseguiu.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!