Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Pais querem reabertura das camas fechadas no hospital de Gaia porque são "vidas"

Lusa 3 de Dezembro de 2018 às 18:17

A Associação de Pais Prematuros (APP) exigiu hoje a "imediata reabertura" das duas camas fechadas na Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, lembrando que "não são duas camas, são duas vidas".

"É incompreensível a decisão do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho de encerrar duas vagas de cuidados intensivos da Unidade de Neonatologia, pela necessidade de mobilizar enfermeiros desta unidade para outros serviços. Esta atitude prejudica a população dos concelhos a Sul do Douro porque implica a transferência imediata de grávidas e recém-nascidos para outras unidades do país, por vezes, longe da área de residência", referiu a associação, numa nota enviada à Lusa.

A 01 de dezembro, o centro hospitalar encerrou duas camas na unidade de neonatologia devido a uma diminuição no número de enfermeiros, realçando que a situação é "provisória".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)