Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Papéis do Panamá: Justiça panamiana abre investigação

Caso implica altos quadros políticos, desportivos e do mundo dos negócios.
Lusa 5 de Abril de 2016 às 03:09
O Ministério Público do Panamá reconheceu a "complexidade das informações"
O Ministério Público do Panamá reconheceu a 'complexidade das informações' FOTO: Getty Images

A justiça do Panamá vai abrir uma investigação sobre o escândalo mundial de evasão fiscal conhecido como "Papéis do Panamá", que implica altos quadros políticos, desportivos e do mundo dos negócios, anunciou na segunda-feira o Ministério Público panamiano.

"Os factos descritos nos 'media' nacionais e internacionais sob o nome 'Papéis do Panamá' vão ser objeto de uma investigação", disse o Ministério Público, num comunicado.

A investigação terá por objetivo apurar se foram cometidas infrações e por quem e, ainda, identificar eventuais prejuízos financeiros, precisou o Ministério Público.

Vários países abriram investigações sobre branqueamento de capitais na sequência das revelações sobre um vasto esquema de evasão fiscal, a partir de cerca de 11,5 milhões de documentos provenientes do escritório de advogados panamiano Mossack Fonseca.

Mossack Fonseca declarou que essas revelações eram um "crime" e um "ataque" contra o Panamá, regularmente acusado de ser um paraíso fiscal, algo que é contestado pelas autoridades.

O Governo do Panamá assegurou no domingo que "iria cooperar vigorosamente" com a justiça em caso de abertura de um processo judicial.

O Ministério Público panamiano reconheceu a "complexidade e o efeito sem precedentes das informações" divulgadas, mas declarou que iria "disponibilizar todos os instrumentos" à sua disposição para a realização da investigação.

Panamá Ministério Público Mossack Fonseca crime lei e justiça Papéis do Panamá
Ver comentários