Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Paris: Provedor de Justiça condena "brutalidade" de ataque

José Faria e Costa, exprime "a sua consternação e pesar pela perda de vidas humanas".
Lusa 9 de Janeiro de 2015 às 15:30
O Provedor de Justiça, José Faria e Costa
O Provedor de Justiça, José Faria e Costa FOTO: DR

O provedor de Justiça condenou esta sexta-feira "a brutalidade" do ataque terrorista contra o jornal satírico Charlie Hebdo, em Paris, solidarizando-se com "todos aqueles que defendem o direito à liberdade de expressão, pilar fundamental do Estado de Direito".

Em comunicado publicado no 'site' do provedor de Justiça, José Faria e Costa, exprime "a sua consternação e pesar pela perda de vidas humanas", resultantes do ato terrorista.

"A brutalidade desta ação criminosa não permite senão observar uma vez mais que a justiça e a democracia se afirmam como opção inequívoca para garantia da efetiva tutela dos direitos humanos e da legitimidade da governação", sublinha o provedor de Justiça.

Charlie Hebdo Paris José Faria e Costa crime lei e justiça justiça e direitos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)