Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Parlamento sul-coreano abre inquérito sobre naufrágio do 'ferry' Sewol, do qual resultaram 300 mortos

Balanço oficial, mais de três semanas depois do naufrágio do 'ferry' Sewol, é de de 275 mortos e 29 desaparecidos, na maioria jovens provenientes de uma mesma escola secundária perto de Seul.
11 de Maio de 2014 às 09:54

O Parlamento sul-coreano vai abrir um inquérito sobre o naufrágio do 'ferry', do qual resultaram 300 mortos ou desaparecidos em meados de abril, uma catástrofe que valeu vivas críticas ao governo, anunciaram hoje deputados sul-coreanos.

Uma sessão parlamentar especial vai realizar-se esta semana e comissões parlamentares começarão na segunda-feira a examinar a catástrofe para tentar determinar as causas e as responsabilidades, segundo o governo e a oposição.

Park Young-Sun, do principal partido da oposição (Nova Aliança Política para a Democracia), precisou que a sessão seria consagrada ao "inquérito, à nomeação do procurador especial e às audições".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)