Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Partida de militares portugueses adiada

A partida dos militares portugueses que vão substituir o contigente que está no Afeganistão, marcada para as 18h00 desta quarta-feira, foi adiada pela segunda vez por falta de autorização de sobrevoo do Azerbaijão, revelou uma fonte militar.
16 de Agosto de 2006 às 17:41
O 1º Batalhão de Infantaria Pára-quedista da Brigada de Reacção Rápida, composto por 103 militares, deveria ter partido ontem às 23h00 do aeroporto de Figo Maduro, em Lisboa, tendo a viagem sido adiada para as 18h00 de hoje. A saída dos militares foi adiada devido à falta de autorização para sobrevoar o espaço aéreo do Azerbaijão e de uma escala em Baku, capital do país. A nova data de partida só será marcada após ser obtida a autorização do Azerbaijão.
O contigente da Infantaria de pára-quedistas irá substituir os militares da 1ª Companhia do Batalhão de Comandos da Brigada Rápida no Afeganistão desde Março, que têm o regresso previsto para quinta-feira (amanhã). Os soldados portugueses permanecerão no país durante seis meses, integrando a Força Internacional de Assistência e Segurança (ISAF) da NATO.
Ver comentários