Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Rangel surpreso com "reação desmesurada" às suas declarações

Paulo Rangel elogiou o "ataque sério e consistente" feito nos últimos tempos à corrupção.
Lusa 1 de Setembro de 2015 às 07:41
O eurodeputado do PSD Paulo Rangel
O eurodeputado do PSD Paulo Rangel FOTO: Rui Miguel Pedrosa

O eurodeputado do PSD Paulo Rangel manifestou-se esta terça-feira surpreso com a "reação desmesurada" às suas declarações proferidas sábado na Universidade de Verão do partido, nas quais elogiou "o ataque sério e consistente" à corrupção e "promiscuidade".

No sábado, na Universidade de Verão do PSD, o eurodeputado social-democrata elogiou o "ataque sério e consistente" feito nos últimos tempos à corrupção e "promiscuidade" e questionou se "alguém acredita que se os socialistas estivessem no poder haveria um primeiro-ministro sob investigação" [José Sócrates] ou "o maior banqueiro estaria sob investigação" [Ricardo Salgado].

Num artigo publicado esta terça-feira no jornal Público, Paulo Rangel diz estar surpreso com a "reação desmesurada de tantos à leitura de sociologia criminal e política" e salientou que não vai responder ao PS.

PSD Paulo Rangel Universidade de Verão José Sócrates Ricardo Salgado corrupção
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)