Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

PEDROSO SUSPENDE MANDATO

O ex-porta-voz socialista Paulo Pedroso anunciou esta segunda-feira que vai suspender o seu mandato de deputado até ao final da fase de instrução, depois de ter sido acusado formalmente pelo Ministério Público (M.P.) no âmbito do processo de pedofilia na Casa Pia.
29 de Dezembro de 2003 às 16:01
O ex-dirigente do PS, que emitiu um comunicado a anunciar a sua decisão, justifica a ncessidade do seu afastamento com o facto de os advogados necessitarem da sua colaboração “a tempo inteiro” no decorrer do debate instrutório, a nova fase processual que vai requerer na sequência da dedução da sua acusação. Só no final desta fase se saberá se Pedroso vai ou não a julgamento.
O presidente da Comissão Parlamentar de Ética, o deputado socialista Jorge Lacão, já foi informado pessoalmente da intenção de Pedroso em pedir a suspensão do mandato de deputado.
Entretanto, o advogado de Paulo Pedroso, Celso Cruzeiro, anunciou que vai impugnar a acusação contra o seu constituinte formalizada hoje pelo Ministério Público.
Recorde-se que Paulo Pedroso esteve preso preventivamente por suspeita de abuso sexual de menores, sendo libertado a 8 de Outubro último e sujeito ao termo de identidade e residência.
Ver comentários