Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Penas duras para tentativa de homicídio

O Tribunal de Aveiro condenou esta terça-feira a penas entre 12 e 15 anos de prisão quatro homens que sequestram, roubaram e atiraram ao rio Vouga uma jovem de 19 anos de idade.
29 de Novembro de 2005 às 19:48
O colectivo deu como provado quase todo o teor da acusação, excepto o uso de arma proibida, e teve em consideração a gravidade e a violência dos factos, em especial a tentativa de homicídio. Como atenuante, apenas o facto de os arguidos não terem antecedentes criminais.
A jovem foi interceptada de madrugada, quando se dirigia para casa. Foi sequestrada, obrigada a revelar os códigos de dois cartões Multibanco e acabou por ser amarrada, amordaçada com fita adesiva e atirada ao rio Vouga. Com este acto, os condenados tinham como objectivo matar a jovem, como refere a acusação do Ministério Público.
A estudante conseguiu libertar-se porque a fita perdeu a aderência em contacto com a água e nadou até à margem do rio Vouga, para onde os assaltantes atiraram também o carro da jovem.No final do julgamento, a vítima afirmou que pretende esquecer o que se passou e admitiu que foi feita justiça.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)