Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Percentagem de portugueses com médico de família pode chegar a 98% com concurso

Chefe de Governo admitiu ter "consciência de que não basta abrir vagas, é necessário que as vagas sejam suficientemente atrativas"
Lusa 18 de Junho de 2019 às 17:27
O primeiro-ministro António Costa
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
O primeiro-ministro António Costa
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
O primeiro-ministro António Costa
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou esta terça-feira que, caso todos os médicos aceitem as posições do concurso que prevê 400 vagas de medicina geral e familiar, a percentagem de portugueses com médico de família pode chegar aos 98%.

"Com a conclusão do concurso para as 400 vagas para médicos de medicina geral e familiar, se todos os candidatos aceitarem as posições em que ficam, nós conseguiremos atingir, não os 100%, mas um número de 98% de portugueses com médico de família e isto significa a maior redução de sempre de portugueses sem médio de família", adiantou o primeiro-ministro durante o debate quinzenal, que decorre na Assembleia da República, em Lisboa.

Numa resposta ao secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, o chefe de Governo admitiu ter "consciência de que não basta abrir vagas, é necessário que as vagas sejam suficientemente atrativas para que haja um número de candidatos suficiente para que elas possam ser completamente preenchidas".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)