PGR pede mais proteção para crianças vítimas de violência doméstica

Lucília Gago reclama medidas preventivas estruturadas e consistentes e pede que a escola esteja atenta a "sinais de violência".
Por Lusa|15.03.19
  • partilhe
  • 1
  • +
A procuradora-geral da República defendeu esta sexta-feira que é preciso fazer "mais e melhor" no combate à violência doméstica, chamando a atenção para as crianças e negando que o judiciário seja o único responsável pelas falhas no sistema.

"Urge fazer mais e melhor, urge porventura fazer também diferente por forma a combater os elevados índices de violência que hoje pressentimos estarem presentes nos diversos domínios da nossa vida coletiva e de que a violência doméstica é manifestação", disse Lucília Gago, que falava no VII Seminário Violência Doméstica, organizado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa e pelo Gabinete de Informação e Atendimento à Vítima (GIAV).

A procuradora-geral da República (PGR) chamou a atenção para as crianças e os jovens, defendendo que são necessárias "medidas preventivas estruturadas e consistentes" e que "a escola deve estar atenta aos sinais de violência de que a criança possa ser vítima".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!