Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

PGR sensibilizado para o caso Esmeralda

Fernando Silva, mandatário da petição que solicita a libertação do Sargento Luís Gomes, acusado de sequestro de uma menina com quase cinco anos, que criou desde os três meses, afirmou esta quarta-feira que o Procurador-Geral da República (PGR), Pinto Monteiro, está “100% sensibilizado para o caso”.
24 de Janeiro de 2007 às 15:32
O professor de direito, que falava à saída de uma audiência com o PGR solicitada pelo movimento que ontem entregou o pedido de ‘habeas corpus’ (libertação imediata), revelou que Pinto Monteiro garantiu continuar atento e interveniente nestas matérias, mas que considera “haver momentos para distinguir o que é caso e o que é o problema”.
O objectivo do movimento agora passa por tentar estabilizar as emoções e ser racional, continuou Fernando Silva, acrescentando que o grupo decidiu remeter-se para o silêncio até que o Supremo Tribunal de Justiça decida sobre o pedido de ‘habeas corpus’.
Fernando Silva, que se encontrava acompanhado pelo psicólogo clínico Luís Villas-Boas e pela jurista Clara Sotto Mayor, referiu ainda que o movimento tem confiança de que a decisão judicial "será a melhor".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)