‘Pinóquio’: Afinal mentir altera mesmo o nariz

A história de ‘Pinóquio’ já todos a conhecem, mas um estudo da Universidade de Granada vem dar uma certa razão à figura criada por Carlo Collodi: ao não dizer a verdade, o nariz do ‘mentiroso’ sofre um aumento de temperatura.
23.11.12
  • partilhe
  • 0
  • +
‘Pinóquio’: Afinal mentir altera mesmo o nariz
Termografia permite ver os efeitos de temperatura quando o ser humano mente Foto Universidade de Granada

De acordo com o departamento de Psicologia Experimental da referida universidade, quando alguém mente, além da subida de temperatura do nariz, cresce também a temperatura corporal na zona do músculo orbital, na esquina interna do olho. Algo que está associado à ansiedade.

Mais: quando se mente, estas mudanças térmicas não activam no cérebro uma estrutura chamada de ‘ínsula' que é parte do sistema de recompensa cerebral e que surge quando se diz a verdade.

Se realizarmos um grande esforço mental, por outro lado, a temperatura do nariz diminui.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
3 Comentários
  • De mi26.11.12
    não é novidade nenhuma...isso ja tinha sido comprovado a muito tempo!
    Responder
     
     0
    !
  • De Vitor Dinis25.11.12
    A ser verdade os politicos certamente ja nao caberiam na AR com um nariz tao grande de tantas mentiras...
    Responder
     
     5
    !
  • De Ana Martins24.11.12
    Do nariz não sabíamos mas do resto, olha que grande descoberta! Até se fala dos "calores", ou de alguém ser muito "quente".
    Responder
     
     1
    !