Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

PJ identifica suspeitos de vandalismo de gravura do Parque Arqueológico do Vale do Côa

Lusa 24 de Maio de 2017 às 14:40

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje que identificou dois homens que são considerados os autores do ato de vandalismo de que foi alvo uma gravura do Parque Arqueológico do Vale do Côa (PAVC).

Segundo uma nota do Departamento de Investigação Criminal da Guarda da PJ, os suspeitos "são responsáveis pela produção de dois desenhos e uma inscrição legendária sobre o Painel Central de Arte Rupestre da Ribeira de Piscos, pertencente ao Parque Arqueológico do Vale do Côa, vulgarmente conhecido pela representação do 'Homem de Piscos', o qual está classificado como monumento nacional e como património mundial pela UNESCO".

Os factos ocorreram no dia 25 de abril e foram denunciados no dia 28 pela Fundação Côa Parque, que gere o PAVC e o Museu do Côa, em Vila Nova de Foz Côa, distrito da Guarda.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)