Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Plataforma permite a artistas portugueses controlar direitos de música em 45 países

Lusa 30 de Março de 2018 às 09:25

Sempre que uma música portuguesa for emitida, num dos 45 países reunidos na plataforma digital partilhada pela Gestão dos Direitos dos Artistas (GDA), cada um dos intérpretes passa agora a saber dessa emissão e a receber os respetivos direitos.

A cooperativa GDA colabora com uma plataforma tecnológica de gestão internacional, onde estão integrados os repertórios dos artistas, que permite verificar se uma música ou uma canção é escutada em público, em canais de rádio ou televisão, em países que vão da África do Sul aos Estados Unidos, do Brasil à Turquia, e em quase toda a Europa, facilitando o pagamento dos direitos conexos aos seus intérpretes.

A plataforma toma o nome da sua base de dados, VRDB2 ("Virtual Record Database"), regista todos os intervenientes de cada música, e permite identificar se esta é escutada ou transmitida num dos 45 territórios nacionais, cujas respetivas entidades de gestão de direitos dos artistas se reúnem no Societies' Council Management of Performers' Rights (SCAPR), como acontece com a GDA.