PNR defende ramal ferroviário da Pampilhosa

A secção centro e norte do Partido Nacional Renovador (PNR) defendeu este domingo, em Coimbra, a modernização e reabertura do ramal ferroviário que liga Figueira da Foz à Pampilhosa (Mealhada).
04.09.11
  • partilhe
  • 0
  • +
PNR defende ramal ferroviário da Pampilhosa
Vitor Ramalho, dirigente do PNR, mostra um cartaz de uma iniciativa em defesa do ramal ferroviário da Pampilhosa Foto PAULO NOVAIS/LUSA

A linha, com cerca de 50 quilómetros, com passagem por Cantanhede e Montemor-o-Velho, foi encerrada em Janeiro de 2009, por questões relacionadas com a segurança da circulação de comboios.

Num encontro com apenas sete militantes, o PNR discutiu esta tarde a participação num conjunto de iniciativas em defesa da requalificação daquele ramal, cujo investimento de 18,3 milhões de euros está suspenso devido ao PEC III.

Vítor Ramalho, responsável nacional do partido pela secção centro e norte, adiantou à agência Lusa que o PNR vai colar cartazes e distribuir um comunicado nas principais localidades atravessadas pela ferrovia, a partir de 15 de Setembro.

"Defendemos a reabertura e modernização do ramal, se possível com linha electrificada, pelo que vamos sensibilizar as populações para que lutem pelo seu comboio", sublinhou.

Os nacionalistas aprovaram ainda a participação no debate público que se vai realizar em Mira (distrito de Coimbra), no dia 23 de Setembro, para o qual estão convidados autarcas e representantes de todos os partidos políticos.

Noutro plano, Vítor Ramalho insurgiu-se contra o eventual encerramento do serviço de urgência do Hospital dos Covões, em Coimbra, situado na margem sul do rio Mondego, considerando que isso seria "um absurdo".

"Se isso for para a frente é um completo absurdo. É cortar onde não se deve", salientou o dirigente do PNR, que apela à mobilização da população para evitar essa situação.

"Quem vai aos Hospitais da Universidade de Coimbra vê que aquilo é completo caos, depois de terem encerrado urgências em Cantanhede e Anadia", acrescentou Vítor Ramalho, referindo que o PNR estará presente na luta contra o encerramento da urgência do Hospital dos Covões.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!