Polícia proíbe manifestação de partidos de oposição na Guiné-Bissau

Por Lusa|07.12.17
  • partilhe
  • 1
  • +

A polícia da Guiné-Bissau proibiu hoje a realização de uma marcha de partidos de oposição que contestam o Presidente guineense, José Mário Vaz, alegando o cumprimento de ordens da Procuradoria-Geral da República, disse à Lusa fonte da corporação.

Segundo a fonte, a marcha convocada por 18 partidos, não pode ter lugar na sequência da ordem emitida pelo novo Procurador-Geral guineense, Bacari Biai, segundo a qual, a Constituição do país "não prevê a realização de manifestações a qualquer momento".

Numa nota emitida no dia 02 de dezembro, o Procurador guineense, citando a Constituição do país, ressalvou que "os cortejos e desfiles de cidadãos só são permitidos aos domingos e feriados" e aos sábados "a partir das 13 horas e em dias uteis só depois das 19 horas".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!