Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Política de drogas em Portugal desperta "enorme" interesse internacional

Lusa 2 de Setembro de 2015 às 19:19

A política de drogas em Portugal, marcada pela descriminalização do seu consumo, tem despertado "enorme" interesse internacional pelos seus bons resultados, referiu hoje à Lusa o diretor-geral do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD).

"A decisão da descriminalização é aquilo que tem dado maior visibilidade à política portuguesa [de drogas], mas que, do meu ponto de vista, não é sequer o essencial, porque as políticas nesta área caracterizam-se por uma abordagem abrangente que vai desde a prevenção e tratamento, no qual o Estado Português fez um esforço significativo e o mantém, às políticas de redução de danos e de reinserção social", afirmou o diretor-geral do SICAD, João Goulão.

Nos últimos anos, as infeções pelos vírus da VIH/SIDA, uma "calamidade" em Portugal, baixaram "muito", tal como as mortes por 'overdose', o número de pessoas a consumir drogas diminuiu e o início do seu consumo, pautado nos 12 e 13 anos, foi retardado, adiantou à margem da conferência "Política de Drogas em Portugal", no Porto.