Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Portas digitalizou papéis do Ministério da Defesa

O actual líder do CDS-PP, Paulo Portas, terá mandado digitalizar cerca de 60 mil páginas que se encontravam no seu gabinete no Ministério da Defesa, uma semana antes das eleições que levaram à queda do Governo de Santana Lopes. Alguns dos documentos em causa tinham escrito "confidencial", "submarinos" ou "Iraque", segundo a empresa que procedeu à digitalização.
10 de Novembro de 2007 às 13:02
De acordo com a edição deste sábado do ‘Expresso’, os funcionários que digitalizaram os documentos comunicaram o facto à Polícia Judiciária, só que esta força nunca procedeu à audição de Portas.
O antigo ministro da Defesa explicou ao semanário que os papéis em causa eram “notas pessoais”, na sua maioria relativas ao CDS-PP.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)