Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Porto: PSP quer acabar com terror na Rua Santa Luzia

A PSP/Porto anunciou esta segunda-feira um reforço da fiscalização na Rua Santa Luzia, onde moradores dizem ter a vida infernizada por grupos de jovens que reagem com ameaças e retaliações aos pedidos para que lhes deixem de perturbar o sossego.
6 de Setembro de 2010 às 18:00
PSP anunciou que reforça acção na zona problemática, depois de ter recebido queixas
PSP anunciou que reforça acção na zona problemática, depois de ter recebido queixas FOTO: Vítor Mota/CM

"Os administradores [do condomínio] têm medo deles e eu também. Um chamou-lhes a atenção e de imediato lhe disseram se queria levar no focinho com um vaso de cimento das floreiras", contou um dos moradores em carta ao Governo Civil  e a PSP.   

"O carro de outro administrador apareceu riscado e com o pneu furado", acrescentou o morador daquela rua da zona do Monte dos Burgos, que se identificou perante as autoridades e a agência Lusa.  

Tudo começou quando grupos de jovens começaram a utilizar o logradouro, em período noturno, para jogar futebol e foram reagindo entre a provocação, a ameaça e mesmo a retaliação face aos pedidos para respeitarem o sossego dos moradores.  

“Várias vezes eu e outros condóminos e a própria administração do prédio, chamámos a polícia mas aparentemente, sem qualquer efeito prático", lamentou o morador, garantindo que o grupo continua "a jogar e a berrar até às 23h00 e até mais tarde sem que nada lhes aconteça".  

"A partir deste momento, responsabilizo o Estado português por tudo o que me possa acontecer", acrescentou o subscritor da queixa, que é advogado. 

Contactada pela Lusa, fonte do Comando Metropolitano da PSP confirmou a recepção da denúncia e anunciou que "foi desencadeado um procedimento adequado de forma a minimizar ou fazer cessar o cometimento de atos atentatórios dos princípios básicos de cidadania".  

O procedimento passa pelo reforço do policiamento preventivo na zona, "quer por elementos da esquadra local, quer pelas equipas de intervenção  e fiscalização da 2.ª Divisão policial, além de outras medidas que, pontualmente, se entendam convenientes", explicou.  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)