Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Portugal demora a baixar preço dos combustíveis

A Autoridade da Concorrência (AdC) não encontra explicações que justifiquem a lentidão com que os preços dos combustíveis caíram no mercado português no terceiro trimestre de 2006. A entidade presidida por Abel Mateus revela que os preços a retalho estão a responder com um atraso de quatro semanas contra as duas de média registada na União Europeia.
29 de Dezembro de 2006 às 15:39
Numa newsletter sobre o acompanhamento dos mercados, divulgada pelo regulador da concorrência, a AdC recorda que os preços internacionais da gasolina e gasóleo caíram 32 e 13 por cento, respectivamente.Contudo, no território nacional, o preço antes dos impostos da gasolina sem chumbo de 95 octanas caiu apenas 12,2 por cento, ao passo que o gasóleo sofreu uma queda de apenas 1,2 por cento.
A Autoridade entende que a diferença no tempo de ajustamento dos preços no retalho em Portugal em relação aos preços internacionais no terceiro trimestre de 2006 “não é suficiente” para explicar o desfasamento observado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)