Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Portugal e Áustria defendem compromisso

Os governos de Portugal e da Áustria defenderam esta segunda-feira, durante um encontro em Viena, um compromisso europeu sobre um novo Tratado da UE que mantenha na sua essência o texto constitucional recusado em referendo na França e na Holanda.
4 de Junho de 2007 às 11:19
José Sócrates encontou-se em Viena com o chanceler austríaco, Alfred Gusenbauer
José Sócrates encontou-se em Viena com o chanceler austríaco, Alfred Gusenbauer FOTO: Reuters
"É preciso um compromisso, que deve ser alcançado rapidamente, com base também no Tratado que foi assinado por todos os Estados-Membros", há dois anos, afirmou o primeiro-ministro português, José Sócrates, após uma reunião com o chanceler austríaco, Alfred Gusenbauer.
Sócrates sublinhou ainda que o compromisso a atingir não pode ignorar que houve dois povos que disseram 'não' ao Tratado Europeu, pelo que é necessário "exprimir compreensão" para com os governos da França e da Holanda e obter um acordo entre os 27 Estados-membros.
O chanceler Alfred Gusenbauer realçou o facto de a Áustria ser um dos 18 países que já ratificaram o Tratado Constitucional. O chanceler austríaco defende que seja alcançado um compromisso, mas com base num texto que mantenha a sua substância, sem demasiadas alterações.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)