Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Portugal perde importância para tráfico de droga sul-americana

Portugal perdeu importância nos últimos anos como "porta de entrada" na Europa para o tráfico de droga sul-americana, através de países da África Ocidental, afirma o gabinete da ONU antinarcóticos e crime organizado (UNODC).
26 de Junho de 2012 às 17:17
Droga, tráfico, ONU, importância, ONU, Ban Ki-moon, UNODC
Droga, tráfico, ONU, importância, ONU, Ban Ki-moon, UNODC FOTO: Duarte Roriz / Correio da Manhã

No relatório anual sobre o consumo de drogas, esta terça-feira apresentado em Nova Iorque num evento com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o UNODC refere que as "afinidades linguísticas com o Brasil e alguns países africanos" fizeram com que Portugal tivesse sido importante no transbordo de cocaína, sobretudo entre 2004 e 2007.

"Contudo, a rota da África Ocidental parece ter-se tornado menos activa nos últimos anos", adianta.

A rota tem como ponto de partida grandes países produtores de cocaína, como a Bolívia, passando pelo Brasil e daí para a África Ocidental e do Sul.

Portugal é citado no relatório também como tendo registado um aumento na produção de "cannabis", juntamente com Espanha e países da Europa central, de Leste e Norte.

Segundo o relatório da UNODC, o consumo de drogas como a cocaína ou heroína "estabilizou" a nível global nos últimos anos, apesar de estar em alta em vários países em desenvolvimento

Os dados da agência da ONU indicam que cerca de 230 milhões de pessoas tenham consumido pelo menos uma droga ilícita desde 2010, o equivalente a 5 por cento da população mundial adulta.

Droga tráfico ONU importância ONU Ban Ki-moon UNODC
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)