Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Portugal produz tecnologia mais avançada de identificação química com uso na saúde

Lusa 15 de Setembro de 2017 às 19:34

Portugal integra um consórcio europeu que vai desenvolver, a partir de 2018, uma tecnologia mais avançada de identificação e caracterização química, com aplicações na saúde e na indústria alimentar ou farmacêutica, indicou hoje o coordenador da equipa nacional.

O projeto, a concretizar até 2021 com um financiamento comunitário de cinco milhões de euros, consiste em aperfeiçar a tecnologia de espectrometria de massa, permitindo determinar a massa de uma molécula de um composto químico de forma mais precisa e rápida, e assim identificar e caracterizar melhor uma substância.

"É uma tecnologia que tem mais resolução, permite determinar a massa molecular com um enorme rigor, ver aquilo que outras [tecnologias] não veem", afirmou à Lusa o líder da equipa portuguesa no consórcio europeu, Carlos Cordeiro, professor do Departamento de Química e Bioquímica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)