Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

PORTUGAL RECUSA HELIS

Nove helicópteros e um avião Lockhead Elektra, disponibilizados por três países europeus que acederam ao pedido de auxílio de Portugal para combater os fogos florestais, foram dispensados pelo Governo português. O Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil (SNBPC), responsável pela componente operacional de ataque às chamas, defende que escolheu os meios que considerou “mais ajustados” e garante que a decisão não teve qualquer base económica.
29 de Julho de 2004 às 00:00
Três países ofereciam helicópteros, mas Portugal queria aviões
Três países ofereciam helicópteros, mas Portugal queria aviões FOTO: Pedro Costa/Lusa
Na resposta que enviou à Comissão Europeia (CE), o Governo português dispensou a cedência de meios aéreos por considerar que a utilização dos mesmos “não seria necessária”. Num relatório da CE, citado pela agência Lusa, Portugal argumentou ainda com a melhoria das condições atmosféricas: temperaturas mais baixas e níveis de humidade mais elevados.
Em causa estava a cedência de oito helicópteros alemães, um outro norueguês, e ainda um Lockhead Electra que chegaria de Inglaterra. Todas as aeronaves estavam preparadas com tanques de água para combater as chamas.
Mas, segundo o SNBPC, a situação que se verificava no terreno “apontava para uma urgente necessidade de meios aéreos anfíbios [aviões Canadair], que não era o caso dos meios” oferecidos.
Assim, a actuar em Portugal estavam ontem dois aviões gregos e um italiano, sendo que, a partir de hoje, poderão chegar meios aéreos vindos de França. Ao mesmo tempo, tem sido solicitado o apoio de aeronaves espanholas, ao abrigo de um acordo ibérico de protecção civil.
Caso não exista qualquer acordo bilateral, como sucede com Portugal Alemanha, Noruega e Inglaterra, o país de destino do auxílio terá de pagar despesas de manutenção dos aparelhos, gasolina, tripulação e outras. “Em situações de emergência, em caso algum imperarão critérios exclusivos de base económica”, garantiu Paiva Monteiro, do SNBPC. O CM tentou contactar o Ministério da Administração Interna, mas não foi possível em tempo útil.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)