Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Surto de Hepatite A está longe de ser controlado

Portugal tem 138 casos desta doença, garante diretor-geral da Saúde.
Lusa 4 de Abril de 2017 às 17:14
Francisco George
Francisco George
Francisco George
O diretor-geral da Saúde, Francisco George
Francisco George
Francisco George
Francisco George
Francisco George
O diretor-geral da Saúde, Francisco George
Francisco George
Francisco George
Francisco George
Francisco George
O diretor-geral da Saúde, Francisco George
Francisco George

Portugal tem atualmente 138 casos de hepatite A diagnosticados de um surto que está ainda longe de se considerar controlado, segundo o diretor-geral da Saúde.

Francisco George esteve esta terça-feira reunido em Lisboa com a sua homóloga espanhola para analisar o surto de hepatite A, que também afeta Espanha.

No final do encontro, Francisco George adiantou, em conferência de imprensa, que do início do ano até agora foram diagnosticados 138 casos da doença, com uma grande concentração no final de março. A esmagadora maioria dos casos deste surto é de homens que tiveram sexo anal ou oroanal desprotegido com outros homens.

Especialistas e peritos nacionais estão hoje reunidos para elaborar uma nova orientação que visa o controlo do surto de hepatite A, devendo definir novas indicações para a vacinação.

Segundo Diogo Medina, médico do Grupo de Ativistas em Tratamentos (GAT), que Portugal terá 12 mil vacinas que terão de ser criteriosamente administradas.

Francisco George lembrou que há uma falta de produção global da vacina para a hepatite A, pelo que há que ser criterioso na administração das vacinas.

Diogo Medina adiantou ainda que a expetativa é alargar a vacinação a outros pontos de saúde, que atualmente está concentrada numa unidade de saúde de Lisboa.

Quanto aos grupos a vacinar, irão ficar de novo definidos na nova norma da DGS, mas incluem contactos íntimos e familiares de pessoas que estejam comprovadamente doentes, homens que fazem sexo com homens com práticas anais e oro-anais e viajantes para países de Ásia, África, América Central e do Sul.

Francisco George mostrou-se preocupado sobretudo com os festivais de verão em Portugal (alertando para as condições sanitárias nem sempre adequadas) e com um evento de manifestação de orgulho LGBT - "World Pride" - que se realiza em junho em Madrid.

Portugal Saúde Francisco George Lisboa saúde doenças política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)