Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Português nos órgãos internacionais depende de vontade política e dinheiro - embaixador brasileiro

Lusa 28 de Novembro de 2016 às 09:05

Gonçalo de Barros Carvalho e Mello Mourão, embaixador do Brasil junto à CPLP, disse hoje, em Lisboa, que para o português ser uma das línguas oficiais dos fóruns internacionais serão necessários dinheiro e vontade política dos países do bloco lusófono.

"É preciso vontade política e dinheiro dos países lusófonos para concretizar essa questão" de afirmar formalmente a língua portuguesa nos fóruns internacionais, como as Nações Unidas (ONU), afirmou à Lusa o diplomata, que está no atual cargo há cerca de quatro meses.

"É problema político também, porque uma decisão política, com frequência, faz nascer dinheiro", disse.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)