Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

POWELL ADMITE PAPEL SECUNDÁRIO DA ONU

O chefe da diplomacia norte-americana, Colin Powell, em entrevista ao jornal “Los Angeles Times”, adiantou que as Nações Unidas vão ter um papel secundário no quadro da reforma e reconstrução das instituições políticas no Iraque e que a coligação vai desempenhar o “papel” principal no futuro daquele país.
10 de Abril de 2003 às 16:18
“Acreditamos que a coligação, tendo investido este capital político, de vida e financeiro nesta empresa, terá o papel principal durante algum tempo, enquanto damos forma a este processo. O povo do Iraque terá confiança em nós por aquilo que somos e por aquilo que fizemos”, começa por afirmar o secretário de Estado norte-americano.
“A sugestão que alguns dos meus colegas fazem - que a coligação fez tudo isto e libertou o Iraque, muito obrigado, afastem-se que o Conselho de Segurança vai ser responsável por tudo – é errada. E eles sabem-no. E isso foi-lhes dito”, refere Colin Powell.
A Administração Bush vai, de acordo com o secretário de Estado, requerer a aprovação de uma nova resolução no Conselho de Segurança das Nações Unidas, uma solução que é vista nos corredores da Casa Branca como “um aval” à liderança da coligação anglo-americana no processo de reconstrução.
“A ONU tem um papel vital a desempenhar e esta foi uma palavra cuidadosamente escolhida. Significa que a ONU é muito importante para o processo. Precisamos de um aval da autoridade e de um aval para aquilo que estamos a fazer com vista a começar a vender petróleo no devido tempo e de modo a assegurar que o abastecimento humanitário vai continuar a fluir para o programa Petróleo por Alimentos”.
A rápida capitulação do regime, espelhada na ocupação relativamente fácil da capital Bagdad, não levará a Casa Branca a apressar o processo de reforma das instituições políticas do Iraque. “Vamos abordar isto com determinação, com um sentido de urgência, mas não com um sentimento de impaciência”, frisa Colin Powell.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)