Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Presidente da Sociedade Portuguesa de Cardiologia quer debate sobre morte súbita

Lusa 24 de Abril de 2017 às 08:32

O presidente da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), João Morais, cuja direção toma hoje posse, disse à agência Lusa que pretende criar uma agenda própria e discutir os problemas da morte súbita e da insuficiência cardíaca.

João Morais, que também é diretor do serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar de Leiria, tem como objetivo para os dois próximos anos criar uma agenda própria, debater com a tutela alguns dos problemas que afetam os portuguesas e colocar no centro da discussão algumas doenças.

"A SPC tem de estar na rua e ter uma agenda para a saúde cardiovascular em Portugal. Vamos tentar identificar quais os grandes problemas da saúde cardiovascular dos portugueses e tentar debatê-los com a tutela", referiu o especialista.