Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Marcelo defende consensos alargados em "grandes questões nacionais"

"Tudo o que seja alargar os consensos é bom", disse o chefe de Estado.
Lusa 4 de Junho de 2016 às 14:23
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa FOTO: José Sena Goulão/Lusa

O Presidente da República disse este sábado, em Santarém, que "em grandes questões nacionais" seria "ideal" que houvesse consensos envolvendo a esquerda e a direita.

Marcelo Rebelo de Sousa falava no final de uma visita à Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo, que hoje inaugurou e que decorre até ao próximo dia 12 no Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em Santarém.

"Os consensos são consensos, portanto são à direita e à esquerda. Não há consensos só à direita e só à esquerda. O ideal era que em grandes questões nacionais houvesse consensos muito largos, envolvendo direita e esquerda", disse o Presidente da República.

Sublinhando que "tudo o que seja alargar os consensos é bom", Marcelo Rebelo de Sousa deu o exemplo do PS ao ensaiar no parlamento "um consenso com os partidos de direita para, em conjunto com os partidos de esquerda, em Bruxelas, dizer não a sanções a Portugal".

"Esse é um consenso muito amplo, porque vai da esquerda à direita, da direita à esquerda", disse, declarando-se convicto de que "há caminho" para que ele aconteça, mas, "é preciso que se chegue lá".

Marcelo Rebelo de Sousa Presidente da República Santarém política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)