Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Presidente de Cuba admite que economia atravessa "circunstâncias adversas"

Lusa 8 de Julho de 2016 às 22:34

O Presidente de Cuba, Raul Castro, admitiu hoje que a economia do país atravessa "circunstâncias adversas" que obrigam à redução de gastos e a impulsionar a poupança, mas recusou os "augúrios" sobre um iminente colapso económico.

No primeiro semestre do ano, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1%, metade do previsto, segundo disse Raul Castro à Assembleia Nacional do país.

Segundo o Presidente cubano, aquele resultado foi condicionado por vários fatores, nomeadamente o incumprimento das receitas das exportações em conjunto com a "contração do abastecimento de combustível acordado com a Venezuela".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)