Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Primeiro-ministro moçambicano diz que África deve "procurar soluções africanas" para problemas de segurança

Presente desde 2013 no Burundi, com apoio de elementos militares, Moçambique tem procurado contribuir para o trabalho das forças internacionais de paz.

26 de Junho de 2014 às 20:41

O primeiro-ministro moçambicano reclamou o reforço do papel do Conselho de Paz e Segurança da União Africana, defendendo "soluções africanas para os problemas" do continente, com tropas dos países-membros envolvidas na estabilização da paz.

Discursando em Malabo, na Guiné Equatorial, Alberto Vaquina afirmou a sua "firme convicção da necessidade de procurar soluções africanas para os problemas africanos, particularmente no domínio da paz e segurança".

“Uma África próspera, digna, internacionalmente ativa e respeitada precisa de um Conselho de Paz e Segurança robusto, imparcial e com recursos", afirmou Alberto Vaquina, num discurso daquela estrutura, que antecedeu o início dos trabalhos, esta quinta-feira, da Cimeira da União Africana em Malabo, Guiné Equatorial.

Primeiro-ministro moçambicano África procurar soluções africanas problemas segurança
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)