Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

PROCURADORIA CONFIRMA CRIME EM ENTRE-OS-RIOS

A Procuradoria-Geral da República emitiu esta tarde um comunicado, no qual confirma terem sido apurados suficientes factos para constituir 9 arguidos e deduzir acusação por prática de crime de violação de regras técnicas contra seis deles, no âmbito da investigação ao colapso da Ponte de Entre-os-Rios, que matou 59 pessoas, no dia 4 de Março de 2001.
11 de Novembro de 2002 às 16:31
Nas duas páginas do comunicado, a Procuradoria reserva a metade final da segunda página para as conclusões, dedicando o restante espaço a esclarecimentos sobre prazos e procedimentos da investigação.

O Correio da Manhã antecipou esta conclusão com uma notícia publicada na sua edição desta segunda-feira. A Procuradoria alega que as notícias já publicadas contêm informação incorrecta, justificando assim os esclarecimentos prestados.

De acordo com o documento, a investigação aos trágicos acontecimentos de Entre-os-Rios foi tutelada pelo procurador-geral adjunto, Manuel Pinto Hespanhol, e prolongou-se por 19 meses, no respeito dos prazos previstos para estas situações no artigo 276º do Código do Processo Penal. As averiguações envolveram a inquirição de mais de 300 pessoas, filmagens submarinas, recolha de amostras, ensaios de prospecção geofísica, sondagens mecânicas e averiguação de dados hidrológicos.

As investigações, conduzidas no terreno pelo Ministério Público, com a colaboração da Polícia Judiciária e de outras entidades públicas, como a Marinha Portuguesa, o Laboratório Nacional de Engenharia Civil e o Ministério da Justiça, permitiram apurar factos suficientes para constituir nove arguidos, todos pessoas singulares. A identidade dos arguidos não foi revelada, sendo apenas indicado que o Ministério Público deduziu contra seis deles acusação pela prática de crimes de violação de regras técnicas, agravado pelo resultado.

O processo segue os seus termos no Tribunal Judicial da Comarca de Castelo de Paiva e os arguidos incorrem numa pena de 1 a 8 anos de prisão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)