Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Procuradoria angolana investiga seita religiosa envolvida em confrontos mortais

Lusa 23 de Abril de 2015 às 13:05

O procurador-geral da República de Angola afirmou hoje que aquele órgão "não está parado" e que decorrem investigações à seita religiosa "A Luz do Mundo", envolvida em confrontos mortais com a polícia, há uma semana, no Huambo.

A posição foi assumida em Luanda por João Maria de Sousa, na abertura da conferência internacional sobre promoção e proteção dos direitos humanos, organizada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana em conjunto com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), numa altura em que os desenvolvimentos em torno desta seita ilegal, e do seu líder, Juliano Kalupeteka, concentram as atenções em Angola.

Os confrontos entre elementos desta seita, que advoga o fim do mundo no final de 2015, e uma força policial, em Serra Sumé, na província do Huambo, terminaram na passada quinta-feira com nove agentes policiais mortos e mais treze vítimas mortais - na versão policial - entre os seguidores, num acampamento onde estariam mais de 4.000 pessoas.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)