Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Produtores apontam a chuva como a "maior inimiga" da cereja de Resende

A pluviosidade revelou-se "a maior inimiga" da cereja de Resende, em duas fases cruciais da produção.

24 de Maio de 2014 às 09:46

A chuva está a ser apontada como a principal inimiga da produção de cereja de Resende, que este ano regista quebras na ordem dos 70 por cento em produções situadas junto ao Rio Douro.

Em declarações à agência Lusa, o responsável pela Cermouros, José Almeida, uma sociedade produtora de cerejas de S. Martinho de Mouros, no concelho de Resende, admitiu que 2014 é um ano muito mau na produção deste fruto. "Este é um ano fora do comum, a deixar marcas pela negativa. O que a chuva provocou é uma verdadeira calamidade", sustentou.

Produtores chuva inimiga cereja Resende
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)