Professores ameaçam greve às avaliações se Assembleia não devolver tempo de serviço num mês

"Esperamos que isto esteja resolvido até 15 de maio", afirmou Mário Nogueira.
Por Lusa|16.04.19
  • partilhe
  • 1
  • +

O líder da Fenprof avisou esta terça-feira que os deputados da Assembleia da República têm um mês para resolver a situação da recuperação do tempo de serviço congelado aos professores, caso contrário estes avançam para uma greve às avaliações.

"Esperamos que isto esteja resolvido até 15 de maio", afirmou Mário Nogueira perante centenas de professores que estão reunidos junto ao parlamento, onde hoje são debatidos vários diplomas que defendem a recuperação integral do tempo de serviço congelado: nove anos, quatro meses e dois dias.

Em declarações aos jornalistas, Mário Nogueira lembrou que os trabalho na Assembleia da República são interrompidos em meados de maio devido às eleições europeias, realizadas a 26 desse mês, e retomados apenas em junho.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!