Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Professores param aulas dias 26

Os professores dão início este mês a diversas iniciativas de protesto contra as actuais políticas educativas. Destaque para a Jornada Nacional de Luta e Luto, dia 26 de Maio, onde os docentes realizam duas paragens de 90 minutos cada em várias escolas do País. No dia 30 de Maio, os professores saem à rua em protesto nacional, anunciou esta segunda-feira por Mário Nogueira, da Plataforma Sindical dos Professores.
4 de Maio de 2009 às 15:59
Mário Nogueira
Mário Nogueira FOTO: D.R.

A acção de rua faz parte de um calendário de acções previstas, contra aquilo que os sindicatos classificam como um “ataque continuado à Escola Pública e aos professores por parte do Governo”.

 

Os professores apresentaram um leque de exigências de forma a que possam “ter influência nas decisões do próximo Governo”, explicou Mário Nogueira.

 

O líder sindical disse ainda que esta é “uma vez que estamos em período pré-eleitoral, esta é a melhor altura para pressionar os partidos políticos a assumir compromissos para com os professores”. A data anunciada (Sábado) teve a aceitação da maioria dos professores uma vez que “não compromete dias de trabalho em final de ano lectivo”.  

 

Além da manifestação agendada para o final do mês, os professores vão, também, entregar uma carta aberta ao Primeiro-ministro dando conta do descontentamento relativo às actuais políticas educativas (dia 12/05), entregar um abaixo-assinado no Ministério da Educação (22/05) e realizar a Jornada Nacional de Luta e Luto, que consiste na paralisação durante dois tempos de aulas, cada um de 90 minutos (26/05).

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)