Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Proibidos barbudos e mulheres com véu em transportes de cidade chinesa de Xinjiang

Críticas de grupos de defesa dos direitos dos uigures.
6 de Agosto de 2014 às 13:00

Uma cidade da região autónoma chinesa de Xinjiang (nordeste) proibiu homens com barba e mulheres com véus de entrarem em transportes públicos, noticiou um 'media' oficial, suscitando críticas de grupos de defesa dos direitos dos uigures, a etnia local.

As autoridades de Karamay proibiram os homens "com grandes barbas" e pessoas com sinais do crescente islâmico nas roupas de usar autocarros municipais, noticiou o Diário de Karamay, um jornal local.

Também foram banidas dos transportes públicos as mulheres que usem 'hijab' (véu que cobre cabelos, nuca, pescoço e ombros), 'niqab' (que cobre o rosto e a testa, deixando só a descoberto os olhos), ou 'burqa' (que cobre todo o corpo).

"Aqueles que não cooperarem com as equipas de inspeção, terão de responder à polícia", advertiu o jornal.

Esta proibição estará em vigor durante uma competição desportiva local, que deve terminar a 20 deste mês, acrescentou.

A região autónoma de Xinjiang conta perto de dez milhões de uigures, muçulmanos turcófonos em parte contrários à tutela de Pequim. As autoridades chinesas acusam grupos radicais uigures de serem responsáveis por ataques terroristas cometidos nos últimos meses na região.

Peritos e grupos de defesa dos direitos humanos consideraram que a política repressiva de Pequim relativamente à cultura e religião dos uigures alimenta as tensões em Xinjiang.

As autoridades restringiram fortemente, para os muçulmanos da região, as possibilidades de cumprir este ano o Ramadão, época de jejum, enquanto campanhas frequentes têm por objetivo desencorajar o uso do véu islâmico.

As restrições adotadas pela cidade de Karamay "são claramente discriminatórias", considerou Dilxat Raxit, porta-voz do Congresso mundial uigure, uma organização no exílio.

Tais medidas "aumentam os fatores de confronto entre uigures e Pequim", acrescentou, numa mensagem enviada à agência noticiosa francesa AFP.

 

China Xinjiang barba véus uigures
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)