Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Projeto que permite multiplicação de células estaminais ganha prémio europeu

Lusa 8 de Julho de 2016 às 08:55

Uma empresa portuguesa de biotecnologia descobriu uma técnica inovadora de multiplicação de células estaminais, que já estão a ser usadas em investigação, e que podem no futuro ajudar no tratamento do cancro.

A StemCell2Max, criada há cerca de um ano, é também a primeira empresa portuguesa biotecnológica da área da saúde a receber um financiamento (50 mil euros) da Comissão Europeia, escolhida entre 1995 projetos, como explicou à agência Lusa, uma das responsáveis da empresa.

De acordo com Filipa Matos Baptista, diretora de 'marketing' e cofundadora da SremCell2Max, o projeto, "revolucionário", permite já hoje que universidades tenham células estaminais suficientes para investigar doenças como o cancro ou a diabetes, a sida ou o ébola.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)