Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

PSD pode acabar com voto secreto para listas e moções de censura ou confiança

Artigo 13.º do regulamento interno do Conselho Nacional determina que as votações se realizam por braço no ar com exceção de eleições e deliberações específicas.
Lusa 23 de Abril de 2019 às 20:02
Rui Rio na Convenção Nacional do PSD
Rui Rio, presidente do PSD
Rui Rio, presidente do PSD
Rui Rio na Convenção Nacional do PSD
Rui Rio, presidente do PSD
Rui Rio, presidente do PSD
Rui Rio na Convenção Nacional do PSD
Rui Rio, presidente do PSD
Rui Rio, presidente do PSD

O PSD poderá acabar com a possibilidade do voto secreto para sufragar moções de censura ou confiança, listas de candidatos e programas eleitorais, se for aprovada uma proposta de alteração ao regulamento do Conselho Nacional.

De acordo com a proposta a que a Lusa teve acesso, de um grupo de conselheiros nacionais e subscrita, até agora, por uma dezena de comissões políticas distritais, seria eliminada, para certo tipo de decisões, a possibilidade atualmente existente de um décimo dos conselheiros nacionais presentes numa reunião poder requerer a votação secreta.

Em causa está o artigo 13.º do regulamento interno do Conselho Nacional - que foi polémico nas duas últimas reuniões deste órgão - e que determina que as votações se realizam por braço no ar com exceção de: eleições, deliberações sobre a situação de qualquer membro do Conselho Nacional e "deliberações em que tal seja solicitado, a requerimento de pelo menos um décimo dos membros do Conselho Nacional presentes".

PSD Conselho Nacional política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)