Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Pyongyang diz que pode lançar míssil a qualquer momento

Coreia do Norte acusa EUA de serem "uma ameaça nuclear cada vez mais perversa".
Lusa 9 de Janeiro de 2017 às 03:50
Kim Jong-un, líder norte-coreano
43 - Kim Jong-Un, Norte-Coreano, Líder Supremo da Coreia do Norte, 32 anos
Kim Jong-Un
Kim Jong-Un é o líder da Coreia do Norte
Líder da Coreia do Norte Kim Jong-Un
Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte
Manifestação contra o líder da Coreia do Norte Kim Jong-Un
Kim Jong-un, líder norte-coreano
43 - Kim Jong-Un, Norte-Coreano, Líder Supremo da Coreia do Norte, 32 anos
Kim Jong-Un
Kim Jong-Un é o líder da Coreia do Norte
Líder da Coreia do Norte Kim Jong-Un
Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte
Manifestação contra o líder da Coreia do Norte Kim Jong-Un
Kim Jong-un, líder norte-coreano
43 - Kim Jong-Un, Norte-Coreano, Líder Supremo da Coreia do Norte, 32 anos
Kim Jong-Un
Kim Jong-Un é o líder da Coreia do Norte
Líder da Coreia do Norte Kim Jong-Un
Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte
Manifestação contra o líder da Coreia do Norte Kim Jong-Un

A Coreia do Norte assegurou esta segunda-feira que pode realizar um teste míssil balístico intercontinental (ICBM) "a qualquer momento e em qualquer lugar", e acusou os Estados Unidos de representarem "uma ameaça nuclear cada vez mais perversa".


"O ICBM será lançado a qualquer momento e a partir de qualquer localização determinada sob a liderança do líder" Kim Jong-un, afirmou no domingo um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros norte-coreano, citado pela agência estatal de notícias KCNA.

A mesma fonte, que não é identificada, indicou que "o desenvolvimento do míssil balístico intercontinental" faz parte de uma resposta perante a "ameaça nuclear cada vez mais perversa" dos Estados Unidos.

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, disse, na sua mensagem de Ano Novo a 01 de janeiro, que os mísseis experimentais de alcance intercontinental norte-coreanos estavam na "fase final" de desenvolvimento.

A última vez que a Coreia do Norte efetuou um teste de um projétil com estas características foi a 07 de fevereiro de 2016, o que, juntamente com um teste nuclear realizado um mês antes, fez com que a ONU impusesse severas sanções a Pyongyang.

Vários especialistas consideram muito provável que o regime de Kim realize novos testes de armamento no início do ano, para potenciar o desenvolvimento do seu programa de mísseis e armas nucleares.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)