Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Quénia: Oposição rejeita Governo de Unidade Nacional

O presidente do Quénia, Mwai Kibaki, propôs este sábado a formação de um Governo de Unidade Nacional, de forma a acabar com violência que tem assolado o país desde as eleições. A oposição recusou o acordo, mantendo a posição de que o chefe de Estado ocupa o cargo ilegalmente.
5 de Janeiro de 2008 às 12:26
Segundo um comunicado divulgado pelo gabinete de Kibaki, “o presidente disse estar pronto para formar um Governo de Unidade Nacional, que irá não só unir os quenianos, mas também ajudar no processo de reconciliação”.
O texto foi divulgado depois de o presidente queniano se ter reunido com a secretária de Estado adjunta norte-americano para os Assuntos Africanos, Jendayi Fraze, enviada pela Casa Branca para ajudar a acabar com a violência no Quénia, que já fez mais de 300 mortos e 250 mil deslocados.
Segundo Frazer, o presidente queniano mostrou “vontade em acabar com este impasse político".
Por sua vez, o líder da oposição, Raila Odinga, mostrou-se irredutível na sua posição, afirmando que "queremos um acordo. O nosso ponto de partida é que Kibaki ocupa o cargo ilegalmente. Ele não deve vir para a mesa de negociações como presidente".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)