Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Rangel diz que falta ao PS a "credibilidade" para ter "voz forte na Europa"

Cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP acusou o Partido Socialista de só ter "palavras" e "promessas".
22 de Maio de 2014 às 22:18

O cabeça de lista da Aliança Portugal, Paulo Rangel, acusou esta quinta-feira o PS de só ter "palavras" e "promessas" mas não a "credibilidade" para ter "uma voz forte na Europa" e "marcar pontos a favor de Portugal".

Num jantar em Lisboa, Paulo Rangel sublinhou a presença do militante número um e fundador do PSD, Francisco Pinto Balsemão, referindo não só a "dificuldade" que outros têm em ter os seus fundadores nas suas iniciativas, numa referência ao PS e a Mário Soares, mas também o facto de Balsemão ter iniciado, enquanto primeiro-ministro, as negociações para a adesão de Portugal à então CEE.

Rangel argumentou que para o secretário-geral do PS, António José Seguro, e para o cabeça de lista socialista às europeias, Francisco Assis, "isto é só palavras, palavras, palavras, isto é só promessas, promessas, só na semana passada a um ano de eleições já fizeram 80 promessas".

eleições europeias Paulo Rangel cabeça lista Aliança Portugal PS palavras promessas falta credibilidade
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)