Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Rangel recusa ideia de 'geringonça' europeia e lembra que PPE é "indispensável" para maiorias

Lusa 14 de Junho de 2019 às 09:15

O eurodeputado Paulo Rangel recusa a ideia de que se possa vir a formar qualquer 'geringonça' europeia e realça que o Partido Popular Europeu (PPE) "é sempre indispensável" para formar maiorias no Parlamento.

"A versão que em Portugal atualmente passa sobre o atual estado das negociações europeias -- e que [o primeiro-ministro] António Costa também tem veiculado -- não corresponde à verdade", defendeu, em entrevista à agência Lusa e à Antena Um, em San Sebastián (Espanha), no âmbito das jornadas parlamentares do grupo PPE.

Em concreto, o eurodeputado e vice-presidente da bancada e do PPE contesta a ideia de que possa existir uma aliança entre liberais e socialistas que exclua o PPE e que possa haver uma espécie de 'geringonça' europeia, à semelhança do que se passa em Portugal, onde se construiu uma solução parlamentar sem o apoio do partido mais votado.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)