Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Revoltosos rendem-se aos australianos

Um grupo de 130 revoltosos rendeu-se esta segunda-feira às forças australianas destacadas em Timor-Leste, no seguimento de conversações em que estiveram envolvidos responsáveis militares australianos e o próprio presidente timorense, Xanana Gusmão.
29 de Maio de 2006 às 20:25
De acordo com a Imprensa australiana, que cita o responsável pela missão militar enviada pelo governo de Camberra para o território, Xanana terá tido um papel importante na decisão tomada pelos revoltosos de abandonarem as suas posições nas montanhas.
Ainda segundo os jornais australianos, os revoltosos que aceitaram render-se e depor as armas foram instalados no aeroporto de Díli, onde está montada a base das forças militares australianas destacadas em Timor-Leste.
O chefe da missão militar australiana, brigadeiro Mick Slater, revelou à Imprensa do seu país que se aguarda nos próximos dias a rendição de mais revoltosos, cujo líder, major Alfredo Reinado, tem mostrado vontade de cooperar para resolver a crise político-militar.
XANANA PODE ASSUMIR DEFESA E SEGURANÇA INTERNA
Mais de nove horas depois de ter começado, terminou hoje em Díli a reunião do Conselho de Estado de Timor-Leste, durante a qual ficou em aberto a possibilidade de Xanana Gusmão poder vir a assumir a responsabilidade pela Defesa e Segurança Interna do país.
Fontes da Presidência da República e do Governo anunciaram que a reunião, em que foi também avaliado o afastamento dos ministros da Defesa Nacional, Roque Rodrigues, e da Segurança Interna, Rogério Lobato, decorreu num ambiente muito positivo entre Xanana e o primeiro-ministro, Mari Alkatiri, prevendo-se um acordo para breve. Os contactos prosseguem amanhã, terça-feira.
PORTUGUESES REFUGIAM-SE
Casas e lojas de venda foram incendiadas por civis armados hoje em Bidau, na zona oriental de Díli, obrigando os cinco professores destacados pelo Instituto Camões que ali residem a sair de casa e a refugiarem-se no bairro da Cooperação, ao lado do Hotel Timor.
Agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE), da PSP, efectuaram entretanto várias rondas junto da residência dos professores do Instituto Camões, para garantir a segurança dos bens daqueles docentes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)